All for Joomla All for Webmasters

Entendendo o Leilão do Google

Entenda como é a lógica do leilão do Google e desmistifique como ficar em primeiro lugar.

Quem nunca achou que estar em primeiro lugar era sinônimo de pagar mais caro? Pois é, muita gente pensa assim. É lógico para nós porque em um leilão, sempre vence o maior lance, mas pro robozinho do Google não é só isso. E ainda bem que não é. Porque se só o lance definisse o ranking, empresas pequenas com pouco investimento não teriam chances.

Então o que define o ranking no Google?

Bom, para falar do ranking, é óbvio que temos que entender o leilão.

O Leilão do Google é baseado em dois critérios: Lance de CPC e Índice de Qualidade. Então para estar bem posicionado é importante ter em mente que esses dois critérios devem ser equilibrados. Não deixe de ler o artigo: Endendo o Índice de Qualidade.

Vamos para um exemplo prático, vamos supor que eu compre a palavra-chave “chocolate” e meu lance é de R$ 1,00. Mas meu Índice de Qualidade é 5. Então minha nota será 1×5 = 5.

Lembre-se o Índice de Qualidade é um número de uma escala de 1 a 10. Quanto maior, melhor.

Simples não é?

O Ranking do Google

Então minha nota é 5, mas eu não sou a única pessoa concorrendo no leilão para essa palavra-chave.

Imagine que meus concorrentes também estão comprando essa palavra-chave mas cada um com um lance diferente.

Digamos que a empresa A esteja com o lance de R$ 2,00 e o Índice de Qualidade de 1.

Já a empresa B está com o Índice de Qualidade 7 mas o lance de R$ 0,50.

Aparentemente a empresa que paga mais está na vantagem, mas vamos fazer as contas para ver.

Então ficaremos assim:

Empresa A = 2 x 1 = 2

Empresa B = 0,5 x 7 = 3,5

Eu = 1 x 5 = 5

Logo o ranking será:

1º lugar: eu com nota 5.

2º lugar: empresa B com nota 3,5.

3º lugar: empresa A com nota 2.

Até aí, certo. Agora vamos entender como é cobrado o clique.

Quanto eu vou pagar pelo clique?

Agora que entendemos como funciona o leilão e o ranking, é importante saber que você pagará apenas o mínimo necessário para manter sua posição no ranking, então se eu estou em 1º lugar, vou pagar R$ 0,01 a mais que o 2º colocado. Então no exemplo anterior, o 2º lugar era a empresa B com o lance de R$ 0,50. Então, eu vou pagar por esse clique R$ 0,51.

Por isso você vê duas colunas de CPC na sua campanha, o CPC máximo e o CPC médio. Sendo o CPC máximo o lance que você dá na palavra-chave, ou seja o máximo que você está disposto a pagar. E o CPC médio é a média do valor real que você está pagando por clique.

Nesse exemplo, meu lance ou CPC máximo era R$ 1,00 mas o custo real por clique ou CPC médio foi de R$ 0,51.

Claro que cada leilão serão valores diferentes mas a lógica é a mesma.

Aproveite e veja também esse artigo sobre Os Tipos de Custos que o Adwords Possui.

Por Dirlene Dias

Compartilhar:

Deixe uma resposta