3 jeitos rápidos e práticos de construir uma Lista Opt-in Rentável
3 jeitos rápidos e práticos de construir uma Lista Opt-in Rentável
23 de junho de 2022
Posicionamento de marca: Por que esse método é tão importante?
Posicionamento de marca: Por que esse método é tão importante?
30 de junho de 2022

Você sabe o que é branding?

Você sabe o que é branding?

A construção de um bom posicionamento de marca no mercado, seja digital ou físico, é a atitude mais necessária no atual cenário do mundo dos negócios.

Para isso, os empresários precisam desenvolver corretamente a estratégia de branding nos seus negócios.

Uma vez que as empresas estão cada dia mais inovando o seu atendimento para buscar a satisfação dos consumidores por meio da otimização das experiências dos usuários, a quantidade de informação é demais para a capacidade cognitiva do público.

Dessa forma, uma pizzaria que investe no uso de uma embalagem delivery personalizada está garantindo que em meio a tempestade de estímulos visuais e auditivos, exista algo expressivo para ficar guardado na imaginação dos clientes.

Afinal de contas, o marketing não é nada se não tiver a capacidade de persuadir, conquistar, seduzir e deixar boas lembranças na memória do público, e é exatamente esse o objetivo central da construção do branding de uma marca.

O presente artigo tem como objetivo explicar o que é branding, quais as vantagens no seu uso e por fim, ensinar a fazer branding para uma empresa na prática.

Assim, vai ficar claro, no final da leitura, como até mesmo na instalação de cortina persiana pode existir brecha para a validação de uma marca no mercado.

Conceito de branding

O branding nada mais é que a organização das táticas de criação de marca de uma empresa, tendo como objetivo torná-las mais atraentes e desejáveis dentro da imaginação dos seus clientes e do resto do público.

Também conhecido como brand management, o branding envolve ações direcionadas a construção de valores, propósitos, identidade e posicionamento por parte de uma empresa.

No momento atual do mercado, todos os negócios estão inseridos em um movimento mundial de consumo que está forçando as empresas a calcular detalhadamente cada uma de suas atitudes.

Todas as estratégias e ações de marketing e vendas preparadas tem o potencial de ecoar por todos os cantos de uma cidade, estado, por todo o país ou até o mundo inteiro.

Uma loja de móveis em MDF não chega ao primeiro lugar do mercado da noite para o dia. Aos poucos, os empresários estão começando a perceber isso, passando a investir na construção de branding, como forma de apostar no crescimento do negócio a longo prazo.

As maiores empresas do mundo começaram, faz um bom tempo, a entender e aplicar essa estratégia. Mas, está muito enganado que essa poderosa tática funcione apenas para empresas grandes e bem consolidadas, ou que elas construíram isso de repente.

Esse processo de gestão nunca traz resultados imediatos, mas produz grandes e duradouros frutos.

O branding funciona, dessa forma, como uma maneira de gerenciar essas estratégias da marca de uma empresa, incluindo planejamentos visando o futuro, criação e gerenciamento de atributos de identidade visual, social, ideológica, entre outros.

Resumindo, a tática de branding parte do conceito de que planejamento e estruturação de uma marca são fatores essenciais para a sua promoção no mercado, dos ramos generalistas aos negócios com a especificidade de uma auto escola CNH especial.

Você sabe o que é branding?

Construção da ideia de marca

É muito importante ter a consciência de que uma marca não é apenas um nome, logotipo ou uma simples identidade visual. Ela é um aglomerado de todos os sentimentos e experiências que o público terá a partir daquilo que ela nasceu para desempenhar. 

Esse processo pode ser individual, onde cada pessoa enxerga a marca de uma maneira diferente. Mas, não se pode esquecer que toda essa perspectiva dependerá dos contextos econômicos, sociais e psicológicos no qual o cliente irá se relacionar com a empresa.

É por esse motivo que a estratégia de branding se mostra essencial, uma vez que não existe nenhuma maneira de se obter o controle total acerca de como uma empresa será vista.

Dessa forma, se faz necessária a luta para se diferenciar da concorrência de acordo com os próprios esforços, através da criação de uma marca única, que proporcione grandes experiências ao público do início ao fim. 

Como criar um branding?

A criação de branding é fundamental para o sucesso das estratégias de vendas de qualquer empresa. Mas, apesar da maioria dos empresários reconhecerem a sua eficácia, vários ainda possuem dúvidas quando o assunto é por onde começar.

Para uma empresa de segurança de eventos ou outra companhia que esteja em crescimento e não tenha ainda locais de destaque no mercado, pode surgir diversas dúvidas na hora de definir o branding do negócio.

Muitas optam, inclusive, por não fazer esse investimento, julgando ser caro demais ou muito difícil. Mas, a grande verdade é que esses mitos por trás da construção do branding precisam ser não só desmistificados, como substituídos pela solução do problema.

Para isso, foram separadas cinco dicas de como elaborar um branding de uma empresa na prática:

  1. Trabalhar a imagem;
  2. Definir um propósito;
  3. Agir com método;
  4. Investir no diferencial;
  5. Estudar o público.

Ao contrário do que muitos parecem pensar, a imagem de um negócio importa muito. Não somente a boa fama e a autoridade, mas a estética e a identidade visual de uma empresa são muito importantes, de maneira que uma coisa não se diferencia da outra.

Uma empresa de mecânica que faz conserto de motor de portão não pode negligenciar a sua imagem só pelo fato do seu serviço ser de uma vertente mais técnica e menos apegada a estética.

Ao contrário, o que garante a sobrevivência e a prosperidade do negócio a longo prazo é a capacidade de comunicar profissionalismo através de um ambiente bonito e entregas bem feitas. Neste contexto, até a logo da empresa influencia.

A logomarca precisa dialogar com os valores da empresa, e as cores e imagens usadas devem estar interligadas à toda comunicação.

Esses esforços permitem a identificação da marca através das mais diversas representações ou atitudes. 

No caso em que não se possa contar com um time interno especializado neste assunto, também é válido contratar serviços de fora.

Por isso, é bom estudar a possibilidade da contratação de serviços de uma empresa de consultoria ou agência de design.

O propósito é o motivo de ser da empresa

Junto a isso, os conjuntos de valores e significados constituem o propósito da marca, e são imprescindíveis para um bom branding.

Os motivos de ser por trás da entrega de uma manutenção automotiva fazem parte da criação da personalidade da empresa de automóveis e, consequentemente, ajudará no posicionamento da marca.

Você sabe o que é branding?Isso permitirá a conexão e criação de vínculo com o cliente, pois além dos produtos, estará pagando também por um valor.

Já o método é a rocha sob a qual o branding é construído, por isso, é necessário ter conhecimento dos principais métodos adotados no mercado.

Os 4 Ps do marketing, que são o Produto, o Preço, a Praça e a Promoção, é um ótimo exemplo de método para criação de branding.

Após resolver todos os questionamentos propostos pelo método, a preocupação será voltada a observar como o público reage a essas definições, ajustar o que for necessário e encontrar o equilíbrio entre os padrões.

O próximo passo será criar um diferencial, para que o consumidor prefira optar pelo produto vendido nessa empresa, e não na concorrente. Características marcantes, significados relevantes, fórmulas exclusivas e argumentos perfeitos são exemplos desses diferenciais.

Uma empresa de limpeza de tapetes orientais pode oferecer exclusividade em seu atendimento ao fazer referências culturais na propaganda e na entrega dos seus serviços, por isso, se diferencia das empresas de limpeza concorrentes.

Acompanhar o ritmo do mercado, identificando as oportunidades de inovar, seja por um novo benefício ou por uma maneira diferente de se relacionar, é essencial neste processo.

Por fim, conhecer o público que se atende é a coisa mais importante para um negócio que está se expandindo no mercado.

Não adianta fazer a publicidade dos produtos sem conhecer os hábitos e as práticas de consumo dos clientes. 

As formas de  falar, os canais de divulgação mais acessados, os grupos frequentados e as preferências durante as compras são informações muito úteis.

Considerações finais

Sendo assim, é possível observar que com o crescimento impressionante do número de empresas no mercado, é impossível ser percebido sem investir no posicionamento de marca, na identidade do negócio e, consequentemente, na estratégia do branding.

É muito importante se ater ao poder de impacto deste método, pois é ele quem dá vida a uma empresa e faz com que ela se destaque em meio as outras, permanecendo mais tempo na memória dos consumidores, derrotando, assim, a concorrência.

Por fim, foram listadas as maneiras eficazes de começar a aplicar a estratégia de branding ainda hoje, provando mais uma vez que apesar de não funcionar de forma mágica, a construção do branding não é nada impossível.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Compartilhe isso

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

1 × 5 =